O ecrã do seu telemóvel pode estar a prejudicar o seu sono

Your Phone’s Screen Could Be Damaging Your

Utiliza muito o seu telemóvel à noite ou imediatamente antes de se deitar? De acordo com especialistas, atualizar o seu estado nas redes sociais ou verificar o seu email antes de se deitar pode perturbar o seu sono. É certo que muitas pessoas têm dificuldade em dormir. Mas se se identifica com esta descrição, a culpa poderá ser da luz azul emitida pelos ecrãs HD dos nossos telemóveis, que são cada vez maiores e mais nítidos.

Pesquisas sugerem que ecrãs deste tipo utilizam a chamada luz azul de onda curta, que pode interferir com o seu relógio biológico. O ser humano evoluiu de forma a reconhecer a hora do dia através da quantidade de luz que captada pelos olhos. Á medida que anoitece e que a quantidade de luz diminui, o cérebro vai produzindo melatonina, o que nos ajuda a adormecer.

A luz emitida pelos telemóveis suprime a produção de melatonina e mantem-nos alerta, causando dificuldade em adormecer e em ter um sono contínuo. Dados mostram que utilizar o telemóvel imediatamente antes de se deitar pode mante-lo acordado durante mais uma hora. Adicionalmente, se este for um hábito regular, pode ter menos tempo de sono REM, uma fase importante do sono na qual as memórias são armazenadas.

Os cientistas também acreditam que a luz azul pode danificar os olhos, ainda que sejam necessários estudos adicionais para explorar esta questão.

No entanto, antes que atire o seu equipamento pela janela fora, existe uma aplicação que pode ajudar neste tipo de distúrbio do sono. (Afinal, os telemóveis não são assim tão maus).

A aplicação Twilight parece ser a mais popular hoje em dia, mas existem muitas outras aplicações semelhantes. Utilizada manualmente ou configurada com o relógio do seu telemóvel, a aplicação adiciona um filtro vermelho ao ecrã que atenua a luz azul. Ao adicionar este filtro, irá notar uma tonalidade avermelhada no seu ecrã. No entanto, esta alteração é subtil e de fácil habituação, a não ser que planeie ver, por exemplo, um filme. Curiosamente, quando desativar o filtro pode vir até a achar que a luz azul é, de facto, incomodativa.

Para além de eliminar os efeitos impercetíveis da luz azul, estas aplicações também reduzem o brilho do ecrã, o que, por sua vez, irá reduzir a fadiga ocular.

A Twilight, uma das aplicações mais avançadas que também inclui uma versão premium, pode também ajustar o equilíbrio entre a luz vermelha e a luz azul, com base em informações locais sobre o nascer e o pôr-do-sol. Uma outra aplicação chamada CF.lumen alega ser capaz de preservar o detalhe que é por vezes perdido com outras aplicações, como por exemplo, as tonalidades de vermelho escuro (quase preto).

Por este motivo, os criadores de telemóveis estão a tentar criar ecrãs que consigam regular a luz azul sem necessidade de aplicações adicionais e sem afetar a qualidade do ecrã.

De qualquer forma, isto não significa que a luz azul seja totalmente má. Ainda que seja problemática para o sono, os investigadores acreditam que, na situação inversa, pode ser tão boa como uma chávena de café para o ajudar a acordar de manhã.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *